Pages

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

TÜBINGEN: uma boniteza sem fim

Escadarias íngremes, becos estreitos e casas de telhados inclinados marcam o perfil da cidade de Tübingen, desde o centro histórico até o castelo, no alto da colina. O centro medieval da cidade, restaurado cuidadosamente, a movimentação nas ruas e um estilo de vida estudantil criam um charme todo especial. As lojas, cafés e adegas, os bares de estudantes, restaurantes e bistrôs convidam a passear e passar tempo. E, com 28.500 estudantes na cidade, não é de admirar que haja sempre alguma coisa acontecendo em Tübingen. Uma diversão verdadeiramente popular é a "Stocherkahnrennen", uma corrida de canoa em torno da ilha do rio Neckar, provavelmente o espetáculo mais alucinado no calendário de eventos de Tübingen. A equipe que cruzar a linha de chegada primeiro ganha um barril de cerveja, enquanto a equipe perdedora tem que beber meio litro de óleo de fígado de bacalhau: não é difícil imaginar a brincadeira de estudantes por trás desse evento.
Motivos de cartões postais: Marktplatz e Hölderlinturm
Na praça Marktplatz, por exemplo, um dos lugares mais fotografados em Tübingen, com a prefeitura e a fonte de Netuno. A prefeitura, que domina na praça, foi construída em 1435 com três andares, ampliada em 1508 e ornamentada com um relógio astronômico em 1511, que funciona até hoje. Durante um passeio de canoa pelo Neckar deslumbra-se a vista das casas à beira do Neckar, com a torre Hölderlinturm. Aqui o poeta Friedrich Hölderlin, que sofria de depressão, viveu com a família do marceneiro Zimmer desde 1807 até sua morte, em 1843. Hoje, a torre de Hölderlin é um museu e monumento literário.

Fotos: Tânia Marques - agosto de 2013
















Nessa janela, Goethe, após beber muito, vomitou.












 




























































































Fotos: Tânia Marques
agosto de 2013
TÜBINGEN - GERMANY